sexta-feira, 22 de julho de 2011

"What becomes of the broken hearted?"

Tumblr_lon07fnohg1qg6h7vo1_r1_400_large
Quando somos já mercadoria danificada e aparece alguém especial na nossa vida, que nos julga também especial, temos medo. Planeamos todos os passos, ponderamos decisões, tentamos controlar os sentimentos, travando possíveis actos impulsivos.
Mentalizamo-nos que temos que corrigir os erros cometidos na relação anterior, mas prometemos a nós próprias não comparar o actual com o ex. Por um ter sido um sacana, não quer dizer que este também vá ser!
Estou preparada para voltar a amar! Mas não estou preparada de todo, para que me esmaguem o coração, sem dó nem piedade! Foi muito custoso remeda-lo. E ainda tem pedacitos mal cicatrizados...
O mal dos eternos romanticos é a dificuldade que os pés têm em tocar no chão quando se começam a apaixonar. E a ingenuidade de que todos são bem intencionados...
Gosto dele e quero saber mantê-lo. Mas tenho medo que mais uma vez os meus fortes sentimentos o afastem.
O amor é um jogo que definitivamente não sei jogar e do qual não pareço saber aprender com a experiência.
Ou ele se apaixona perdidamente por mim e temos os mesmos objectivos e ideais de vida ou nunca serei feliz. Pois não sei amar de forma calculista. Quer viver o momento, aproveitar cada instante, sem ter de me preocupar se devia ou não ter dito ou feito aquilo.
Quero amar de peito cheio, sem limites! Se não poder amar assim, não sei se valerá a pena amar!

1 comentário:

  1. Lá virá um dia em que conheces a metade que quer o mesmo que tu.

    ResponderEliminar